Laboratório Nacional
de Luz Síncrotron

English

PERSPECTIVAS EM SAÚDE E FÁRMACOS

VOLTAR

Pesquisas feitas com síncrotron são fundamentais para identificação das estruturas tridimensionais de proteínas, isto é, as posições de cada um dos seus átomos e suas interações, etapa importante no desenvolvimento de novos medicamentos.

 

Nesta área, o Sirius abrirá possibilidades de desvendar proteínas complexas, ainda não investigadas, além de proteínas como as quinases, que participam na regulação de processos celulares, e que por isso têm sido alvos importantes no tratamento de alguns cânceres, doenças inflamatórias e diabetes. Além disso, a técnica de cristalografia de proteínas com feixes de raio X micrométricos possibilitará avanços na compreensão das estruturas fundamentais do vírus HIV e de seu mecanismo de ação.

 

No Sirius, as técnicas de imagens com resolução espacial nanométrica poderão trazer enormes contribuições na análise de órgãos e tecidos. Imagens obtidas por contraste de fase permitirão a distinção de tecidos biológicos com contraste mil vezes melhor do que obtido hoje, podendo trazer grandes benefícios no estudo do câncer, por exemplo. Além disso, técnicas de tomografia por raios X moles e “tender” que estarão disponíveis no Sirius permitirão obter imagens de células com resolução suficiente para entender a estrutura de organelas.

 

No futuro, a combinação de técnicas de imagem por luz síncrotron e de cristalografia de proteínas permitirá ter uma visão global dos mecanismos de metabolismo celular, desde o nível atômico até o nível de tecido, com impacto científico inédito na área da saúde. Com o Sirius, o Brasil poderá participar e se tornar um dos líderes desta revolução científica, prevista para as próximas décadas.